A nossa protagonista de hoje é uma planta ornamental, suculenta e com uma bela floração. De origem sul-africana, esta espécie é muito simples de cultivar e, além disso, é ideal para cobrir uma superfície.

Tem de tudo!

Conhecida cientificamente como Aptenia cordifolia, caracteriza-se por ser uma planta de crescimento rápido (horizontal) e pelo seu cultivo simples. Se está à procura de uma espécie que decore, seja resistente e com poucos requisitos, esta planta enquadra-se naquilo que procura.

Se continuar a ler, ficará a saber tudo sobre a Aptenia cordifolia. Ficará a saber o que é, quais são as suas características mais importantes, os cuidados de que necessita ao longo da sua vida ou que pragas e doenças a podem afetar.

Uma ficha completa que sem dúvida lhe ajudará com o seu cultivo e lhe dará inspiração ao plantar novas espécies no jardim.

Vamos lá!

Que é a Apténia?

Nome científico Aptenia cordifolia
Nome comum Apténia, Rosinha-do-sol
Classe Magnoliopsida
Família Aizoaceae
Género Aptenia
Origem África

A Apténia é uma espécie de origem sul-africana pertencente à família das aizoáceas. Conhecida popularmente como Apténia ou Rosinha-do-Sol, é considerada uma planta rasteira, suculenta, muito resistente e de cultivo simples.

Ainda que sendo nativa da África meridional, esta espécie adaptou-se muito bem às condições climatéricas de numerosas regiões do planeta (sobretudo áreas tropicais).

Apténia
Apténia

Quais são as suas características mais importantes?

Tal como mencionado anteriormente, a Aptenia cordifolia destaca-se pela sua aparência.

Esta pequena planta caracteriza-se por apresentar um porte rasteiro, pois é capaz de cobrir a totalidade de uma superfície com o passar do tempo. Após se desenvolver, a apténia assemelha-se a uma alcatifa vegetal.

Cresce muito ramificada e de forma horizontal.

As folhas são carnudas (também é considerada uma espécie suculenta) geralmente com forma de coração (às vezes ovaladas). São as encarregadas de armazenar a água e os nutrientes de que necessita a planta para crescer e sobreviver.

A folhagem é perene, lisa e de cor verde.

Quanto às suas flores… a sua floração é abundante e costuma desenvolver-se de forma dispersa. Geralmente são de cor púrpura ou cor-de-rosa, pequenas, axilares e com quatro pétalas. Como dado curioso, as flores abrem-se durante o dia e fecham-se quando chega a noite.

Floresce no verão.

O fruto desta planta é uma cápsula pequena, de forma obcónica, que guarda no seu interior sementes em forma de tubérculo.

A variedade mais cultivada em todo o mundo é um híbrido da Aptenia cordifolia e a Aptenia haeckeliana: Aptenia × “Red Apple”. Esta apresenta um crescimento maior, flores mais avermelhadas (daí o nome) e folhas de cor verde mais brilhante.

rega manual com mangueira
rega manual com mangueira

Cuidados de que necessita a Apténia

Já o referimos antes, mas convém recordar, chegados a este ponto. A Apténia é uma espécie resistente que não necessita de grande manutenção para sobreviver.

Apenas requer atenção.

O que deve ter em conta para que a sua planta tenha um magnífico crescimento é o seguinte:

  • Localização e iluminação: se o que procura é que a apténia tenha mais flores, recomendamos-lhe que a cultive numa área com sol pleno. Também tolera uma plantação a semi sombra e é a planta ideal para as cidades, zonas urbanas e superfícies perto do mar, pois é muito resistente. Não suporta as geadas, mas sim alguns períodos de seca.
  • Substrato: a Apténia não é exigente no que se refere ao tipo de terreno em que é cultivada; o único que deve cumprir a terra que for usar é que drene bem a água da rega e da chuva. Pode colocá-la em vasos ou diretamente no jardim.
  • Regas: de acordo com o que referimos anteriormente, esta espécie tolera muito bem certos períodos de seca pelo que as regas devem ser moderadas no verão e menos frequentes no inverno (a cada 15 dias é suficiente). Recorde que não suporta alagamentos de água pelo que é melhor regar a menos do que a mais.
  • Não necessita nem de poda nem de adubos especiais.
  • Multiplica-se através de estacas e sementes.

Como vê, a Apténia não requer uma grande manutenção para crescer adequadamente. Basta que tenha em conta o que lhe fomos detalhando ao longo deste artigo será suficiente para obter uma planta bonita e vigorosa.

Pulgão
Pulgão

Apténia: Pragas e doenças

Quanto às pragas ou doenças que a podem afetar…

Trata-se de uma espécie resistente de a que só lhe deve preocupar o apodrecimento das raízes (devido ao ataque de fungos como consequência de um excesso de água) e a asfixia radicular (causado por um terreno que não drene bem a água da rega).

Quanto às pragas, tenha cuidado com o ataque dos pulgões e as cochonilhas.

Assim termina o nosso artigo. Esperamos que lhe sirva de ajuda ao cultivar uma apténia em casa.

Sumário
Apténia, uma planta rastreira de bela aparência
Nome do Artigo
Apténia, uma planta rastreira de bela aparência
Descrição
A apténia, conhecida como "Rosinha-do-Sol", é uma planta suculenta de porte rasteiro e bela aparência. Nesta ficha encontrará muita informação acerca dela.
Autor
Nome do Editor
TudoHusqvarna
Logo do Editor