Voltamos uma vez mais com um post de jardinagem pensado para quem gosta de ter em perfeito estado o seu jardim ou o seu horto caseiro. Nesta ocasião, vamos-nos centrar numa das estruturas mais populares de hoje em dia, os hortos verticais.

Num dos artigos anteriores, abordamos os jardins verticais, uns muros vegetais que são a alternativa ideal à falta de espaço nas cidades. Neste post, vamos centrar-nos num destes jardins, conhecido principalmente como horto vertical.

Se gosta de produtos ecológicos ou de legumes cultivados sob a sua supervisão e que, além disso, vive numa cidade e tem pouco espaço disponível, os hortos verticais podem ser a solução perfeita para si.

aproveitamento de palete para plantar vegetais

aproveitamento de palete para plantar vegetais

O que é um horto vertical?

Antes de nos centrarmos na definição de horto vertical, se calhar convém recordar o que é um jardim vertical, pois, ao fim e ao cabo, são a mesma coisa. A única coisa que muda é o uso que se lhe dá.

Um jardim vertical é um muro vegetal que se utiliza para decorar (principalmente) o interior ou o exterior de uma casa. Estas estruturas surgiram para tratar de maximizar um dos recursos mais apreciados nas grandes cidades, o espaço.

Um horto vertical é uma construção perpendicular ao solo, cujo objetivo é otimizar o espaço para assim poder plantar e semear frutas, hortaliças ou verduras para auto consumo. É uma forma de cultivar os seus próprios alimentos sem necessidade de dispor de um terreno extenso.

Não sabe o que fazer com essa parede? Um horto vertical pode ser uma boa solução não só para encher de vida essa superfície, também para reestabelecer um vínculo com a natureza e o meio ambiente.

E claro, a poupança de dinheiro que isto supõe!

Ao começar a plantar a suas próprias hortaliças e verduras, já não precisa de ir aos supermercados comprar produtos ecológicos. Se calhar, ao princípio tenha que desembolsar dinheiro para poder construir o horto vertical, mas assim que estiver pronto, verá como o seu bolso começa a notar.

Quais são os benefícios e vantagens de ter um horto vertical em casa?

Para os indecisos que ainda não saibam muito bem se o que necessitam é um horto vertical em casa, estudem as vantagens que supõe ter uma destas construções em qualquer das superfícies disponíveis – vão se surpreender.

Os hortos urbanos perpendiculares ao solo não só otimizam o pouco espaço de que dispomos, também têm benefícios muito significativos.

Vejamos portanto os aspetos positivos de uma destas estruturas:

  • Fomenta o auto consumo. Plantar as suas próprias hortaliças, frutas e verduras é sempre um ponto a favor.
  • Gera consciência sobre a utilização correta dos recursos naturais.
  • Permite diminuir as emissões de carbono das grandes cidades.
  • Diminui a temperatura ambiente. É a solução perfeita para quem procura manter um ambiente equilibrado, ou dito de outra forma, fresco e agradável.
  • Consegue proteger-nos dos raios ultravioleta do sol.
  • Reduz as faturas de eletricidade derivadas dos gastos procedentes do uso de ventiladores ou ar condicionado.
  • Oferece a possibilidade de diminuir o ruído que pode chegar da rua ou dos vizinhos.
  • Melhora a qualidade do ar, pois são capazes de o purificar e dar um cheiro muito mais agradável.
  • Têm manutenção simples e não criam muita sujidade.
  • Convertem o espaço numa zona muito mais bonita e original.

Aspetos chave para ter êxito com o seu horto vertical caseiro

Se já se decidiu pela instalação de um horto vertical na sua casa, agora é o momento para escrever acerca dos aspetos mais importantes que se devem ter em conta quando se constrói um destes muros vegetais.

legumes em jardim vertical

legumes em jardim vertical


Antes de passar à ação, tenha em conta o seguinte:

  • Deve escolher a superfície onde colocará o horto. Esta tem que estar localizada numa zona em que receba a quantidade de sol necessária para que os produtos vegetais se possam desenvolver corretamente.
  • A orientação em que se constrói também é um fator-chave. Existem alguns vegetais e verduras que crescem melhor se o horto estiver orientado a sul.
  • O desenho ou layout que vai ter também é um aspeto muito importante, dado que os cuidados das plantas serão diferentes consoante esse desenho ou layout.
  • Tenha em conta a temporada de plantação dos alimentos que pretende semear. Lembre-se que há espécies que só dão frutos uma vez ao ano.
  • O espaço e os alimentos vão a par, ou seja, há plantas que irão crescer mais do que outras, portanto, o número delas dependerá disso.
  • O substrato que escolher também vai ser determinante na altura de conseguir o horto vertical perfeito. Recomendamos que, por exemplo, use composto orgânico, pois desta forma não só está a fornecer os nutrientes necessários, também vai estar a aproveitar os resíduos orgânicos gerados em sua casa. Se não sabe como se faz composto caseiro, aconselhamos-lhe que leia o artigo em explicamos o processo completo.
  • Verifique o nível da água das plantas, já que como qualquer ser vivo, necessitam de determinadas quantidades para sobreviver.
  • Quando observar que os vasos estão deteriorados ou que já são demasiado pequenas para o vegetal, troque-as.

Como construir o seu horto vertical: uso de elementos reciclados

Como talvez já saiba ou já tenha visto, um horto vertical pode ser feito de diversos materiais.

Os mais habituais são os elaborados com resíduos reciclados e os de madeira, pois não só permitem construir estruturas estáveis, duradouras e originais, também são uma boa maneira de aproveitar elementos que à priori são detritos.

No nosso artigo “Jardins verticais, uma alternativa à falta de espaço” detalhamos os passos que deve seguir para elaborar e instalar um jardim vertical de paletes e outro com madeira e redes metálicas.

Neste artigo, vamos explicar como construir um horto vertical com materiais reciclados.
começar

De que materiais vai necessitar?

Antes de começar a detalhar os passos que deve seguir para criar a estrutura, convém saber o que tem que usar. Os materiais de que necessitar são os seguintes:

  • Garrafas de plástico: estes elementos são a base principal do horto vertical, pois neles serão colocadas as plantas. Todas devem ter o mesmo tamanho para que em conjunto seja um design agradável à vista.
  • Estrutura: é a que vai suportar o sistema completo. Muitas vezes pode-se usar uma parede de casa em que se penduram as garrafas, ou estantes na cozinha. A decisão é sua. Lembre-se, deve ser estável e tem que aguentar o peso.
  • Sementes: sem sementes ou estacas, não teremos um horto vertical. Escolha com cabeça, e tenha em conta as recomendações dadas na secção anterior.
  • Cordas e ferramentas de corte: tal como já referido, as garrafas podem ser penduradas numa parede, e para tal necessitará de cordas.
  • Substrato: decida o substrato tendo em conta o tipo de plantas que vai cultivar e os requisitos de cada uma delas.

Como construir um horto vertical com garrafas de plástico?

Quando tiver os materiais para elaborar o horto, é altura de passar à ação. Os passos mais importantes são os seguintes:

  • Quando já decidiu o tamanho das garrafas que vai usar, deve corta-las. Na parte superior da garrafa deve fazer um corte de tal maneira que fique um buraco para meter a terra, plantar a espécie vegetal e espaço suficiente para que se possa desenvolver completamente.
  • Depois de cortar a garrafa, agora deve perfurar-la para passar a corda pelos buracos. Faça perfurações na parte superior e também na inferior. É muito importante que tenha em conta a disposição do horto vertical, ou seja, quantas garrafas vão estar na mesma coluna e o tamanho que possa ter a planta (o peso será um aspeto chave).
  • Introduza a corda pelas perfurações e faça os nós pertinentes para que se mantenham a várias alturas. Coloque a estrutura na parede e fixe-a corretamente para que não caia.
  • Encha as garrafas com o substrato que melhor se adapte às espécies vegetais.
  • Plante as hortaliças e vegetais nas garrafas.

… E já está! O horto vertical com materiais reciclados está pronto.

Como vê, a criação destes sistemas de plantação não é um processo demasiado complexo se se seguem as indicações e se têm em conta as necessidades das plantas e os requisitos da estrutura.
 

legumes em jardim vertical

legumes em jardim vertical

Sumário
Cultive verduras e legumes de forma original em hortos verticais
Nome do Artigo
Cultive verduras e legumes de forma original em hortos verticais
Descrição
Os hortos verticais são uma boa forma de aproveitar o espaço e de cultivar os nossos próprios legumes e verduras. Conheça as vantagens neste artigo!
Autor
Nome do Editor
TudoHusqvarna
Logo do Editor